Marketing digital para Artistas - Aumente suas visualizações!

Como lançar um videoclipe na Internet


Todo artista, seja iniciante ou profissional, tem um sonho: lançar um single, um álbum ou um videoclipe na Internet. Afinal, a visibilidade pode alavancar o projeto.

Porém, quando essa ideia vem à tona, surge com ela muitas dúvidas, visto que existem detalhes que vão muito além do que julgamos necessário, tornando essa fase um pouco mais demorada e burocrática do que os artistas gostariam.

Pensando nisso, criamos um material que irá facilitar o início dessa nova jornada rumo ao sucesso. Boa leitura!

Primeiros passos para lançar sua música

Como diz o ditado popular: “um passo de cada vez”, mas nem sempre é possível aguardar tanto tempo para ver o seu trabalho na rua, não é mesmo?

Afinal, foram meses (ou até mesmo anos) dedicados a um único propósito, o de ser reconhecido pelo que faz. 

Para começo de conversa, vamos alinhar as suas primeiras demandas, que deverão ser incorporadas ao seu processo de lançamento. 

Fique atento para que seja possível usufruir ao máximo do que a Internet disponibiliza para você, afinal, um artista também quer viver da própria arte. 

Use todas as ferramentas a seu favor e mostre ao mundo do que você é capaz. O sucesso é resultado do esforço contínuo e você, com certeza, já deve saber disso.

Cadastre-se para receber Royalties

Para que o seu videoclipe possa gerar algum tipo de lucro, é imprescindível ter o conhecimento de que os Royalties nada mais são do que o direito de usar uma coisa sua, bem grosseiramente falando.

A quantia paga tem a ver com a exploração, o direito de uso e a comercialização do seu videoclipe, por exemplo. Pois não se restringe apenas a isso, já que engloba outros setores como: obras, produtos, terrenos, marcas, dentre outros.

Sabe aquela trilha sonora incrível utilizada em algum filme que você gosta? Os Royalties estão ali, sendo pagos ao compositor, para a banda e para a gravadora, caso a música tenha sido feita nesse tipo de esquema.

Vale ressaltar que os pagamentos só são necessários quando existe, de fato, os direitos de propriedade intelectual, assegurados através de patentes, copyright ou marca registrada.

Sendo assim, é de extrema necessidade que o cadastro seja realizado antes do lançamento oficial do seu videoclipe, para que esteja dentro das normas previstas para o pagamento dos Royalties. 

É importante que você também saiba que, no caso de copyright, os direitos se tornam propriedade pública após 70 anos da morte do autor, garantindo assim, que a família seja detentora dos valores recebidos através dos Royalties.

“Mas onde eu precisarei exibir a minha música para receber esses valores?”

Bem, de acordo com a CD Baby Brasil, os pagamentos são realizados toda vez que a sua música e/ou videoclipe for transmitida ou tocada em público, como: 

Agora que você já possui conhecimento sobre esse detalhe, vamos passar para uma próxima fase. Continue a sua leitura!

ECAD

No site do ECAD – Escritório Central de Arrecadação e Distribuição – você encontra uma área para realizar o seu cadastro como músico e também uma área para que os estabelecimentos possam se tornar afiliados. 

É preciso garantir que o seu repertório esteja sempre atualizado na associação, pois somente dessa forma será possível verificar qual estabelecimento está fazendo uso da(s) sua(s) música(s).

De acordo com um texto retirado do próprio site do ECAD: “O registro de obras musicais e fonogramas válido para o Ecad é aquele que é feito em uma das sete associações que nos administram.

Os registros de músicas feito na Biblioteca Nacional ou na Escola de Música da UFRJ permitem o reconhecimento da autoria e trazem outros benefícios para o artista, mas não são válidos para a execução pública musical.

De qualquer maneira, a proteção dos direitos autorais de uma música feita pelo Ecad independe do registro. Isso significa que, ainda que uma obra musical não esteja registrada, ela ainda poderá ter seus direitos autorais de execução pública musical protegidos. Para isso, é necessária a filiação a uma das associações de gestão coletiva musical.”​​

Confira todas as informações necessárias acessando a página destinada aos artistas.

UBC

Como foi falado anteriormente, o ECAD reconhece registros feitos em diversas associações, dentre elas está a UBC – União Brasileira de Compositores.

Sendo dirigida por autores que fazem uma gestão coletiva dos direitos autorais, possui o objetivo de proteger o valor do direito de autor, lutando sempre em prol da classe artística.

Essa representatividade se dá devido ao fato de que os associados concedem um mandato para que sejam representados pela UBC no Brasil e no mundo.

Também ficam responsáveis por alimentar a base de dados, bem como a base centralizada do ECAD. 

A filiação é bastante simples e gratuita, porém, precisa ser realizada de acordo com a sua região. No próprio site você encontra os endereços da UBC.

Confira detalhes sobre como se afiliar à UBC e não deixe para depois!

ABRAMUS

Se você está se perguntando sobre em qual associação você deve se cadastrar, vale dar uma navegada dentre os sites que o ECAD reconhece, o da Abramus é um deles.

Vale ressaltar que basta apenas uma associação, inclusive, caso você já tenha se associado a alguma delas, é preciso quebrar esse vínculo para se associar a alguma outra. 

Isso pode ser feito através de um formulário de desligamento disponível nos sites correspondentes. 

A Abramus – Associação Brasileira de Música e Artes – também é uma associação de gestão coletiva de direitos autorais sem fins lucrativos.

Além de prezar pelos direitos dos artistas musicais, também está envolvida com teatro, dança e artes visuais.

Ela é considerada como a maior associação de direitos autorais do Brasil, com mais de 70 mil titulares.

Além disso, é a única que trabalha com artes cênicas e visuais estando vinculada ao Ecad, garantindo o direito também a esses setores.

No site da associação você encontra um passo a passo completo para se tornar um associado, garantindo assim, que as suas músicas gerem o retorno investido durante a carreira.

Escolha uma agregadora musical

Muitas coisas avançaram e o mundo da música também está entre essas evoluções, principalmente quando o assunto é levar o trabalho de artistas independentes para o ouvido dos possíveis fãs. 

Foi devido a necessidade de encurtar o caminho para a gravação de álbuns e/ou singles, que surgiram as agregadoras. 

Elas se tornaram uma verdadeira ponte entre músicos e streaming, como Spotify e Apple Music, por exemplo. 

Foram alavancadas justamente por oferecerem contratos menos burocráticos, além de oferecerem um contato direto com as plataformas, evitando que isso fosse papel dos próprios músicos.

A grande sacada é que as agregadoras estão mais alinhadas com os processos tecnológicos, ficando mais fácil a comunicação com os canais de streaming, que são capazes de direcionar a música a milhões de pessoas.

Para que você possa conhecer algumas opções para trabalhar, apresentaremos algumas a seguir:

CD Baby

Para realizar o seu cadastro na agregadora CD Baby, você precisará se atentar a alguns detalhes, que eles listaram como metadados. Confira como cadastrar-se na CD Baby

Tendo realizado o passo a passo indicado por eles, chegou a hora de colocar o seu sonho no mundo, você sendo um artista de primeira viagem ou um veterano que está se aventurando nas novas maneiras de compartilhamento pelas redes.

Para o seu cadastro no site da CD Baby, tenha todas as suas informações em mãos, confira quais são elas:

  • Nome artístico e nomes dos artistas participantes

Vale conferir se existem outras pessoas utilizando o nome que você tem em mente, pois para diversos outros tipos de trabalho você poderá precisar de registro, o que pode acarretar até mesmo em uma briga jurídica devido ao fato do nome ser de outra pessoa que já possui algum registro.

  • Arquivo de áudio (Wav, 16bits)

Vale gravar em casa, na gravadora de um conhecido ou contratar aquele profissional que sabe do assunto. Afinal, a qualidade do seu som será exibida para milhões de pessoas e poderá se tornar agradável (ou não) aos ouvidos de muitos, fazendo com que o desejo de conhecer novas faixas exista. Quem não quer fazer parte de uma Playlist que toca toda hora?

  • Arte da capa

Capriche no desenho e faça uma arte que tenha a ver com a sua personalidade e que tenha a cara do seu álbum e/ou single. Antes das pessoas apertarem o play, muitas vezes a arte chama atenção, fazendo com que se torne ainda mais atrativo e compartilhável.

  • Dados da composição

Sua música é uma composição sua? Teve participação de outros artistas? Já está como domínio público? Todos esses detalhes devem ser levados em consideração na hora de realizar o seu cadastro. Fique atento!

  • Nome e número de faixas

Use a criatividade, pense em algo que tenha a ver com o sentimento colocado na sua composição e/ou música. Os nomes são extremamente importantes para que “grudem” na cabeça de quem está ouvindo, além de contar uma história em poucas palavras. Saber nomear bem uma música também pode lhe ajudar na hora de fazer um anúncio, por exemplo. 

  • Data de lançamento

Pense que nada acontece da noite para o dia, ou seja, faça um planejamento. Geralmente, o lançamento se dá 3 semanas após a inscrição, porém, devido ao aumento no volume de cadastros, poderá ultrapassar 6 semanas.

Aconselhamos a fazer uma degustação do seu trabalho durante esse tempo ou até mesmo antes do seu cadastro. Isso faz com que o público crie uma expectativa para o lançamento, “preparando o terreno” para quando a sua música estiver no ar.

Isso atrai um maior número de interessados e possíveis compartilhadores do seu trabalho, fazendo com que o volume de buscas aumente cada vez mais. 

Além dos prazos que a CD Baby coloca, os outros sites também possuem o seu próprio tempo, dentre eles: Spotify, que leva entre dois dias e duas semanas; iTunes, que leva de cinco e sete dias a duas semanas, além de todos os sites parceiros, que devem processar as músicas dentro de uma a quatro semanas.

  • Código UPC/ISRC.

Para saber mais sobre o código UPC/ISCR, aconselhamos que você acesse o próprio suporte da CD Baby. Todas as informações relevantes estão compiladas em um único local, facilitando ainda mais o seu lançamento.

Para que você possa receber o tão sonhado retorno financeiro pelo seu trabalho.

Para saber mais sobre a CD Baby, acesse o site e confira todas as dicas. Eles possuem um suporte super detalhado que irá agregar ainda mais informações para os próximos passos da sua carreira.

Ditto

Alguns dizem que a agregadora Ditto chegou para simplificar o que há no mercado de música. Afinal, eles cobram um valor anual e revertem todos os Royalties para o artista.

O passo a passo para o cadastro é muito parecido com o que descrevemos acima na CD Baby: insira o nome dos artistas e colaboradores, crie a capa do lançamento, escolha onde sua música será disponibilizada, selecione o gênero musical, decida a data do lançamento, envie as licenças necessárias.

Eles montaram um infográfico que mostra cada etapa pela qual a sua música e/ou álbum irá passar, uma forma bastante dinâmica e interativa de analisar cada detalhe e seguir rumo ao seu lançamento. 

Além disso, eles trabalham com diferentes tipos de conta, podendo agregar mais de um artista e ainda garantir um super desconto na aquisição do plano.

É a tecnologia e as novas plataformas ficando cada vez mais a favor dos artistas! 

One RPM

A One RPM é mais uma possibilidade para cadastrar as suas músicas! Viu como não precisa ser tão difícil assim lançar um videoclipe na Internet?

Eles possuem um painel exclusivo de controle, oferecendo um maior controle dos seus Royalties. Também vale ressaltar aqui algumas das outras funcionalidades da plataforma:

  • Flexibilidade de território;
  • Em caso de download, você escolhe o preço;
  • Possibilidade de selecionar as suas lojas favoritas;
  • Diferentes tipos de formato de áudio;
  • Distribuição também de vídeo e ringtones;
  • Pré-venda do iTunes com Instant Gratification;
  • Possibilidade de manter o áudio oculto até o dia do lançamento;
  • Windowing, sua música apenas para usuários premium do Spotify (por tempo limitado);
  • Áudio e vídeo em um único álbum;
  • Uploads em massa do seu catálogo;
  • Códigos de barras (UPC) gratuitos;
  • Inserção dos próprios ISRCs;
  • Contabilidade e relatórios;
  • Marketing e analíticos;
  • Atendimento diferenciado;
  • Integração de mídias sociais;
  • Ferramenta para fãs e muito mais!

Ufa! Uma bela listagem de benefícios para que você tenha um grau de comparação elevado. Não deixe de acessar o site para que você possa conhecer mais um pouco sobre esse agregador de música.

Tratore

A Tratore trabalha com o controle da Fonomatic, que já distribuiu mais de 10 mil discos no Brasil, desde 2002. 

Além de trabalhar com a distribuição digital, também oferece a possibilidade de distribuições físicas, inclusive no exterior.

O cadastro é realizado diretamente na Fonomatic e você precisará dos seguintes itens:

  • Capa em formato .jpg, 3000 x 3000 pixels;
  • Faixas em formato .wav 16-bits, 44.1 KHz;
  • ISRCs de cada faixa;
  • Compositores/as de cada faixa e, caso haja, respectivas editoras e porcentagens de arrecadação autoral;
  • Código de barras.

Para saber mais, você acessar a página oficial explicativa, que entrará em todos os detalhes necessários para o seu cadastro e tão esperado lançamento.  

Eles também contam com o blog Tratore que oferece diferentes assuntos relevantes para artistas independentes ou que já possuem uma carreira consolidada. Confira!

Passo a passo para lançar seu clipe na Internet

Você já deve saber que não se lança uma música, clipe ou nenhum tipo de produto sem que antes seja feito um pré-lançamento. 

Mas quais os motivos para que isso seja necessário? Bem, antes de mais nada é preciso despertar a curiosidade das pessoas, gerando um desejo e uma expectativa que será alimentada até o dia do lançamento. 

Isso faz com que um maior número de pessoas seja alcançado, inclusive, aumentando as chances de compartilhamento e reposts, por exemplo.

O primeiro passo é definir uma data para o lançamento oficial do seu videoclipe e/ou música e, a partir daí, elencar quais serão as suas prioridades, escolhendo as melhores formas de divulgação disponíveis hoje no mercado.

Falaremos sobre esses detalhes mais abaixo, continue acompanhando!

Pré-lançamento

Com uma data definida você já pode começar a pensar no pré-lançamento! Empolgue-se!

Uma das coisas mais interessantes para um pré-lançamento é trabalhar com uma espécie de storytelling, principalmente se você for um artista que está iniciando carreira e é pouco (ou nada) conhecido.

Esse formato de divulgação nada mais é do que contar a sua história, ou a história por trás da sua música.

Você também pode deixar preparado um pré release, para enviar para estabelecimentos comerciais que tenham a cara do seu som, além das biografias de cada faixa ou do single, se for o caso.

Prepare também um pequeno anúncio para que o seu futuro lançamento seja exibido em diferentes plataformas, mostrando a arte que será usada e, quem sabe, um pequeno trecho para mostrar “o que vem por aí”.

Também é interessante deixar o público saber em quais plataformas ele poderá encontrar o videoclipe e/ou o áudio, visto que as possibilidades são imensas.

Planeje com antecedência

Planejamento é uma palavra forte e que dá muito certo! Principalmente pelo fato de que você está a poucos passos de vivenciar um grande acontecimento: o lançamento do seu videoclipe na Internet.

Como já falamos anteriormente, tenha uma data certa de lançamento. É preciso pensar de maneira concreta e realista, até porque algumas plataformas demoram mais do que as outras para analisar os materiais e “subir” os conteúdos.

Sendo assim, verifique os prazos de cada plataforma e jogue alguns dias para frente, visando que possíveis empecilhos possam ser contornados. 

Além disso, após o envio do seu material para a agregadora escolhida, será feita uma análise que pode:

  • Reprovar o single e/ou álbum;
  • Aprovar o material e enviar às plataformas;
  • Solicitar ajustes específicos de acordo com as regras exigidas pelas plataformas.

Vale ressaltar que cada agregadora possui um tempo hábil para análise, podendo variar bastante. Não deixe de verificar!

Já com relação às plataformas, os prazos também não são iguais entre elas. Confira:

  • iTunes, Google Play e Deezer – até 2 dias úteis;
  • Spotify e Tidal – Até 5 dias úteis;
  • Napster/Vivo Música – Até 6 dias úteis;
  • Demais plataformas – Até 4 semanas.

Ou seja, para que o seu lançamento se dê em sintonia em todos os canais, é preciso alinhar a data de lançamento com os prazos e, mais uma vez, sempre jogando para frente, por questões de segurança.

O planejamento feito com antecedência pode oferecer vários benefícios, como: fazer as coisas com calma e sem pressa, atentar às datas, enviar os materiais de forma completa, isentando a necessidade de alterações, análise estratégica para possível divulgação enquanto a data de lançamento não chega, dentre outros.

Estabeleça um cronograma

Quem não gosta de cronogramas não sabe o forte aliado que tem! As tabelas coloridas e cheias de datas ajudam a manter o controle, mostrar prioridades, além de calcular suas metas e atrasos.

Dessa forma, é possível gerenciar o seu projeto, permitindo também que seja muito mais simples visualizar cada etapa pelas quais precisará passar até a entrega.

Ele também poderá ser fundamental na hora de contratar outras pessoas, sejam músicos, designers, arranjadores etc, visto que terá uma semana (ou mês) bem definida e com planos a serem seguidos.

Alguns dos benefícios de um cronograma são quase paupáveis:

  • Capaz de estimar o tempo das atividades;
  • Ajuda a alocar melhor os recursos;
  • Aumenta seu foco e produtividade;
  • Pode antecipar possíveis falhas.

“Mas como vou dar conta de mais essa função?” Calma! Isso é super possível e estamos aqui para lhe ajudar:

  • Controle de perto os prazos: cumpra o máximo de datas estipuladas que você conseguir, mas sem se sobrecarregar, então, mais uma vez, seja realista!
  • Garanta que o seu trabalho está sendo feito da forma como gostaria: isso evita refazer, o que toma tempo e atrasa as entregas.
  • Cuidado para não acrescentar informações demais: menos é mais! Não perca tempo com coisas irrelevantes e excesso de detalhes, seja objetivo. O cronograma deve ser feito para adiantar o trabalho, não para atrapalhar o processo.
  • Use a tecnologia a seu favor: atualmente, existem várias ferramentas gratuitas que poderão lhe ajudar na construção desse pequeno roteiro de sucesso. Veja qual é a mais relevante para você e aproveite as suas vantagens!

Seja realista e pé no chão! Crie metas de datas atingíveis para que não fique frustrado e “atolado” de afazeres. Também é muito bom desfrutar do que está nascendo!

Crie expectativa

A febre das Lives ainda está bastante ativa e você pode pegar carona nessa ferramenta de divulgação gratuita, o que acha?

O seu público está sempre esperando algo novo, que supere qualquer expectativa e seja uma novidade de mercado. 

Estar presente nas redes através de divulgações do seu futuro trabalho faz com que as pessoas curtam, comentem e compartilhem com amigos e familiares, disseminando e ampliando a visualização do seu material.

Confira algumas alternativas para começar a sua divulgação:

  • Faça vídeos do seu dia a dia com a música

Mostre um pouco do que acontece por trás dos bastidores da sua produção. Uma música no sofá de casa, um dia no estúdio, encontro com outros amigos músicos, indicações de músicas, são apenas alguns exemplos que podem ser trabalhados.

  • Monte uma playlist que tenha a ver com a sua música

Uma coisa bem simples para ser feita é a estruturação de uma playlist que tenha o seu estilo musical. Além de ajudar no engajamento, isso faz com que os seus futuros fãs estejam em contato com o seu estilo musical bem antes do lançamento, ouvindo músicas indicadas por você em diversos momentos do dia e conectando essa “vibe” com determinadas situações.

  • Mantenha o seu site, mídias sociais e afins sempre atualizados

Quem está conhecendo um novo artista (ou até mesmo uma marca) sempre busca mais informações nos sites de busca. A curiosidade é algo que reina no meio artístico, por isso, mantenha as suas redes (todas elas) sempre atualizadas com materiais que você acha atrativo para os seus fãs. Lembre-se de que pessoas gostam de interagir com pessoas, então, quanto mais próximo e aberto você se colocar, maiores são as chances de se conectar com o público. 

  • Convide outros artistas para um bate-papo

Como falamos anteriormente, a febre das Lives ainda está funcionando e conversar publicamente com outros artistas pode criar um valor a mais para o seu trabalho. Além disso, o convidado também possui a sua rede, o que pode garantir o acesso de pessoas de fora do seu círculo quando existe divulgação. Faça isso com várias pessoas e amplie o seu engajamento.

Esses são apenas alguns pontos que podem ser trabalhados por você, use a criatividade e deixe a imaginação fluir. 

Lançamento

Está chegando a hora tão esperada do seu trabalho: o lançamento! Essa é a hora de aumentar o nível de empolgação e trabalhar com afinco para que ele seja bem sucedido.

Temos certeza de que seguindo todas essas dicas o seu material tende a ser uma grande “descoberta” para o mercado musical, visto que todos os dias milhares de músicas são lançadas, porém, a grande maioria, sem nenhum tipo de preparo.

Faça uma lista de possíveis contatos para a divulgação do seu lançamento, sejam eles: apresentadores de rádio da sua cidade (pois é mais fácil a interação em um primeiro momento, podendo ampliar posteriormente esse contato), blogueiros e/ou influencers que tenham a ver com o seu propósito, revistas e jornais, curadores de playlists ou até mesmo bandas que possam ser parceiras para possíveis promoções, encontros ou especiais musicais.

Divulgue em todas as plataformas

Como já falamos mais acima aqui neste post, é preciso estar presente em diferentes plataformas, sejam elas de streaming ou não. 

Casar as datas de lançamento é essencial para que todas elas andem junto, volte alguns subtítulos e anote o tempo que leva para aprovação em cada uma delas.

Além disso, não fique preso apenas nos players de música, afinal, existe uma ampla gama de possibilidades nesse setor, tais como: rádio, TV, jogos, curta metragem, filmes independentes, lojas, cafés, restaurantes e muito mais!

Já imaginou a sua música rolando no café favorito de alguém, despertando a curiosidade para saber quem está tocando? Essa pode ser, tranquilamente, uma das etapas da sua realização profissional. 

Faça o seu lançamento bombar também no Instagram e/ou no Facebook, as mídias sociais são excelentes ferramentas de divulgação, principalmente quando é possível se trabalhar com buscas orgânicas, onde você não precisará gastar nada para estar divulgando seu trabalho. 

Mas lembre-se de que também existem anúncios que poderão lhe auxiliar a alcançar um maior número de pessoas interessadas no seu som.

Crie playlists

Criar playlists não tem mistério nenhum, não é mesmo? Inclusive já utilizamos essa estratégia em um dos tópicos acima. 

Com a sua(s) música(s) lançada(s) fica ainda mais fácil agregar valor quando ela faz parte de uma playlist super em alta.

Utilize músicas que você gosta, principalmente de artistas grandes que estejam bem estruturados e que sejam do mesmo nicho que o seu. 

Tente manter um padrão, pois não existe nada mais inconveniente do que uma playlist que altera seus humores de forma nada gradativa. Siga o ritmo e pense com o que os seus fãs poderão se identificar.

Mantenha a sua playlist sempre atualizada! Você pode levar muitas surpresas para o ouvinte, fazendo com que ele esteja cada vez mais interessado. 

“Mas que tipos de playlists eu posso criar?”. Não se desespere, a gente dá uma forcinha aqui embaixo:

  • Todas as músicas do seu álbum;
  • Músicas por temas ou sensações, inclusive com algumas das suas dentre elas;
  • Músicas que você gosta de escutar quando está em alguma situação distinta: viajando, cozinhando, passando um final de semana com amigos etc;
  • Músicas que influenciaram você a seguir carreira ou a construir seu álbum, inclusive com algumas das suas para que possam perceber essa influência de maneira direta;
  • Músicas que você pretende tocar, podem ser covers ou até mesmo autorais.

Além de criar as suas próprias playlists, você também pode fazer algumas que sejam colaborativas: uma excelente maneira de conseguir engajamento.

Caso você conheça outros músicos e já esteja inserido no meio artístico, peça para que eles façam parte da sua playlist, sendo uma via de mão dupla, onde você também poderá participar das playlists deles, ampliando o envolvimento de um maior número de pessoas.

Use o Musixmatch

Se você ainda não ouviu falar no Musixmatch para tudo e leia atentamente esta parte!

Ele é o maior catálogo de letras de músicas do mundo e irá fazer toda a diferença para a divulgação do seu trabalho, afinal, quem não gosta de saber a letra de uma música que se identificou?

O Musixmatch é uma extensão que pode ser adicionada ao YouTube e o seu videoclipe preferido pode ser exibido juntamente com a legenda da música. Demais, né?

Inclusive, você pode fazer um vídeo explicativo durante a sua divulgação, mostrando o quanto é interessante essa forma de assistir aos clipes na internet.

Outra novidade é que, após romper parceria, o Spotify voltou com a possibilidade das letras em tempo real através do Musixmatch, um atrativo a mais para o streaming

A forma de visualização é bem simples:

  • Quando uma música estiver sendo reproduzida, toque no player para expandir todos os detalhes da faixa;
  • Faça o movimento de “arrastar para cima” e encontre a seção “letras”;
  • Toque no cartão para expandir a letra e acompanhar em tempo real.

Para que isso aconteça é preciso baixar o aplicativo correspondente e conectar ao Spotify, simples assim!

Vale ressaltar que o concorrente Deezer também conta com a função, porém como sendo nativa, para celular e PC, e o Apple Music exibe letras em tempo real desde a atualização do iOS 13.

Pós-lançamento

Pronto! Trabalho na rua, música para os ouvidos, literalmente… mas o que fazer agora?

Muitas vezes um videoclipe e/ou uma música recém lançada podem cair no esquecimento, isso porque causam um certo fervor no começo e, logo depois, o fogo acaba virando brasa. 

Mas lembre-se de que uma brasa ainda quente pode ser acesa novamente, então, o que fazer para garantir que o seu trabalho seja ainda mais aproveitado?

Preparamos algumas dicas para manter o engajamento do seu público, mostrando para eles que você, como artista, pode ir muito além dos lançamentos. Confira:

  • Procure parcerias em blogs que tenham a ver com a sua música

Ampliar os seus canais de interação é peça-chave para conseguir alcançar o maior número de pessoas que conseguir. Principalmente na atualidade, que temos milhões de blogs espalhados por aí, abordando os mais variados assuntos. Com certeza alguns (ou muitos deles) poderão lhe ajudar com a divulgação continuada.

  • Faça diferentes conteúdos em formato de vídeo

Hoje em dia, a internet tem transformado a forma como consumimos conteúdo (Dilema das Redes que o diga) e o que mais vemos são pessoas assistindo a vídeos. Eles conseguem “interagir” melhor com o público, através do seu formato dinâmico e que não gera a famosa “preguiça de ler”. Aproveite isso a seu favor!  

  • Use a criatividade e faça algo de destaque para o seu trabalho

Crie um relacionamento com o seu fã ao invés de ficar “mandando” ele ouvir e compartilhar o seu videoclipe na internet. Use todos os truques que você tem guardado na manga!

  • Faça entrevistas e marque encontro com seus outros amigos músicos

Se tem uma coisa que as pessoas são é curiosas, então, que tal despertar ainda mais o interesse delas? Agende aquela série de Lives que você estava querendo e use o seu conhecimento em música para ir além.

Essas são apenas algumas dicas que você poderá utilizar no seu pós-lançamento e, como você pôde ver, nenhuma delas é algo extremamente difícil de fazer. 

Faça parcerias

O que seria da internet se não fossem as famosas parcerias, não é mesmo? São elas que podem levar qualquer negócio a outro patamar, e com o mundo da música não poderia ser diferente.

Analise, verifique e entre em contato com todas as possibilidades de agregar valor ao seu trabalho, afinal, o sonho de todo artista é crescer ainda mais no seu ramo.

Um dos exemplos que estão super em alta é o fitdance, já viu vídeos nesse estilo? São aqueles grupos que escolhem uma música específica e fazem coreografias em cima dela.

Além disso, uma outra dica interessante é a monetização no YouTube, que deve estar liberada. “Mas como isso pode ser feito?”.

Bem no Youtube você pode ganhar dinheiro através de anúncios nativos inseridos no meio dos seus vídeos ou através do Programa de Parcerias do YouTube.

Para o Programa de Parcerias você vai precisar seguir algumas diretrizes, que podem variar de acordo com o sistema de arrecadação selecionado. Confira algumas exigências consideradas como básicas:

  • Ter mais de 4 mil horas de exibição pública nos últimos 12 meses;
  • Ter mais de 1 mil inscritos;
  • Ter uma conta do Google AdSense vinculada.

Com tudo isso já feito, solicite a sua inscrição no programa e você poderá:

  • Monetizar o vídeo através de anúncios de diferentes formatos: gráficos, de sobreposição, de vídeo, bumper, cartões patrocinados, puláveis ou não;
  • Participar de um clube dos canais, uma espécie de serviço por assinatura, onde você poderá obter diversas personalizações (mínimo de 30 mil inscritos);
  • Canal funcionando como uma estante de produtos, onde produtos oficiais poderão ser adquiridos (10 mil inscritos);
  • Super chat, que funciona por meio de doações.

Além disso, o Youtube também possui a categoria Premium, onde o “dono do vídeo” recebe uma parte da taxa paga pelo usuário enquanto ele assiste aos vídeos.

Envie press release

Um press release pode ser mais uma carta na sua manga, afinal, quem não gosta de novidade? A imprensa está sempre buscando por elas.

Muitas rádios, inclusive, possuem sites com o objetivo de manter a atualização constante das novidades que surgem no mercado. 

Ter esse material preparado de forma correta e bem estruturada poderá abrir muitas portas para a sua música e o lançamento do seu videoclipe na internet.

O formato tradicional e clássico de um press release é o texto, mas ao se tratar de um álbum musical e/ou um single, que tal elaborar um pouco mais? Hoje em dia vídeos também são super bem aceitos, bem como diferentes tipos de materiais gráficos.

Lembre-se de criar algo que destaque o seu trabalho dentre os demais, até porque os jornalistas e responsáveis pela aferição dos materiais, recebem, diariamente, uma enxurrada deles.

Seja claro, objetivo e evite qualquer tipo de ambiguidade. Para seguir o modelo, responda 

algumas perguntas na ordem:

  • O quê?
  • Quem?
  • Quando?
  • Onde?
  • Por quê?
  • Como?

Seja relevante e mostre que entende muito do que está falando. Mas não seja superficial, afinal, a internet já está repleta de conteúdos rasos, ou seja, ganhe domínio naquilo que deseja apresentar e vá em frente!

Impulsione com anúncios

A tão temida hora chegou, enfim, gastar dinheiro para que o seu produto (música e/ou videoclipe) seja visto e apareça.

Muitos acham que não é importante investir em um primeiro momento, mas nós dizemos o contrário, pois vale a pena, e muito!

Apenas as buscas orgânicas não dão conta de atingir o público que você espera e, para que isso aconteça, é preciso passar por muitas etapas ainda.

Com o seu investimento sendo realizado de maneira correta, nos canais com maior relevância para você e atingindo quem precisa atingir, não tenha dúvidas: será um verdadeiro sucesso!

Procure trabalhar com o investimento entre 14 e 21 dias, para que ele possa dar um arranque. Vale contratar um consultor especializado para dar dicas de como montar um  anúncio assertivo e verificar quanto será necessário gastar.

A verba é aplicada nos canais de mídias como: Youtube/Google, Facebook e Instagram, por exemplo. Mas irá depender do número de pessoas que deseja atingir, regiões que deseja alcançar e tempo de permanência do anúncio no ar. 

Pode ser que cada música precise de uma estratégia diferente, levando em consideração os objetivos, público e também a região.

No começo será um grande aprendizado, mas, logo depois, você conseguirá ver os resultados através das métricas e aplicar novas estratégias para aumentar o alcance.

Posterior à etapa de lançamento, pode ser que o anúncio tenha a tendência de diminuir o seu investimento e prolongar a duração, variando de 30 a 60 dias. 

Mantendo o aquecimento o seu alcance e evitando que o seu trabalho de meses, ou até anos, caia no esquecimento tão rápido. Invista sem medo!

Dicas para lançar um videoclipe

E não paramos por aí, para você pode até parecer que já chegamos ao final de todo esse processo, mas muito pelo contrário… ainda temos muito a fazer!

Confira o que preparamos na sequência e saiba que o seu sucesso está muito mais próximo do que você poderia imaginar.

Guarde o melhor para depois

Como já falamos, esse processo de lançamento pode gerar algumas dúvidas, receios e medo de frustração, principalmente pelo fato de que ainda são apenas testes. Afinal, essa pode ser a sua primeira vez.

Mas caso não esteja se sentindo muito seguro com relação a algumas tomadas de decisão, não se preocupe!

Que tal guardar a sua melhor música para depois? “Mas eu trabalhei para lançar uma música específica, e agora?”.

Sem problemas! A música principal pode sair em um segundo momento, concorda? Escolha a sua segunda melhor alternativa e comece com ela.

Teste, teste, teste e teste. Teste quantas vezes for necessário para gerar um aprendizado cada vez maior de: prazos, envios, burocracia, comportamento do público, interações, anúncios.

Ela poderá ser a sua melhor carga de experiência e, quando perceber que deu tudo certo, que conhece cada processo e se familiariza com eles, coloque na rua aquela que é a sua preferida. 

Sem dúvidas você conseguirá um trabalho muito melhor do que no teste e poderá brincar ainda mais com a sua criatividade.

Interação

O que seria do mundo sem as interações hoje em dia. Tudo é motivo para interagir, principalmente na internet.

Criamos o hábito de sempre estar a par do que o outro está fazendo e queremos participar ativamente, cada vez mais.

Quem aguenta ver uma postagem em uma rede social com a qual se identifica e não realizar nenhuma ação? Parece impossível! E é!

Separamos aqui algumas formas de interação que você poderá utilizar para aumentar o seu engajamento e, consequentemente, o seu número de fãs.

Faça enquetes

Nada melhor para realizar as mudanças necessárias do que uma boa e velha enquete. Faça perguntas, responda, participe!

O seu público gosta de ver que a palavra dele possui valor para você e, sendo assim, ele será capaz de lhe auxiliar na construção de diferentes tipos de ação, inclusive dos anúncios pagos.

Conhecer bem o seu público é fundamental para criar novos tipos de conteúdo, coisas que realmente sejam atrativas e não apenas uma chuva de desespero pelas métricas de vaidade (curtidas vazias).

Isso também faz com que a experiência do usuário se torne mais amigável, ou seja, pode ser que ele queira passar mais tempo on-line navegando por onde ele se sinta mais confortável e bem recebido. 

Esse lugar pode ser a sua rede social ou o seu canal no YouTube, não deixe de pensar nisso!

Use call to actions

Queridinhos dos publicitários os call to actions nada mais são do que chamadas para a ação, como: compre agora, baixe grátis, acesse aqui etc.

Geralmente, são utilizadas pequenas frases com verbos no imperativo, fazendo com que as pessoas cliquem para tomar uma atitude referente ao que está sendo sugerido.

Pense em algo como: Suas playlists já não satisfazem mais os momentos e lazer? Clique aqui para ouvir música nova! 

Ou: O seu home office tem ficado cada vez mais desanimado depois do almoço? Que tal ouvir algumas músicas novas para dar um up no seu dia? Acesse agora para conhecer meu novo álbum!

Percebeu como não é tão impossível assim fazer algo atrativo para seus possíveis ouvintes? 

Qual seria o call to action que você clicaria sem pensar duas vezes? Use-o!

Promova concursos

Provavelmente você já participou de algum concurso como músico (ou não). E que tal levar isso para o seu ambiente?

Muitos artistas que estão começando a carreira adorariam participar de diferentes tipos de concurso. Promova isso nas suas páginas!

Você pode pensar em alternativas como:

  • Melhor composição (letra);
  • Melhor música autoral;
  • Melhor cover;
  • Melhor arranjo;
  • Música tocada com o instrumento mais diferente;
  • Versão mais criativa de alguma música internacional.

Essas são apenas algumas sugestões, use a sua criatividade para elaborar algo atrativo. Além disso, você também poderá contar com os seus espectadores para ajudar na votação, aumentando ainda mais o engajamento e a participação.

Faça sorteios

Taí uma coisa que todo mundo é fã: sorteios. Quem não gosta de ganhar alguma coisa… ainda mais quando o sorteio é realizado sem muita burocracia.

Pense em algo prático para o usuário, mas que aumente o seu número de acessos, tais como algumas regras:

  • Curtir o perfil;
  • Marcar um amigo;
  • Compartilhar a postagem nos stories.

Mas lembre-se de que as pessoas que desejam participar detestam regras demais e cansamos de ver muitas delas por aí, então evite:

  • Marque 5 amigos ou mais;
  • Siga mais do que 3 perfis diferentes;
  • Mantenha seu perfil aberto no dia do sorteio.

Nesses casos, há um risco bem grande da pessoa desistir de participar e ainda falar mal do seu perfil para vários amigos.

É o velho ditado: faça com os outros apenas o que você gostaria que fizessem com você. Ou seja, crie promoções que você mesmo participaria, sem problema algum.

Interaja com outros artistas

Todo artista convive com outros artistas, seja fazendo arranjos, seja compartilhando histórias ou conhecimento sobre temas relevantes para ambos. 

Isso faz com que você possa utilizar todo o conhecimento das outras pessoas do meio a seu favor, como?

Convide-os para um bate-papo amigável, divertido e atrativo para o seu público. Além de chamar a atenção de muito mais fãs, você também poderá estar contribuindo com eles e eles com você.

Quando uma rede se amplia, traz com ela diferentes seguidores que poderão ainda permanecer nas suas redes, logo após ter conhecido o seu trabalho. 

Essa interação é interessante até para fechar futuras parcerias para, quem sabe, um novo álbum e/ou videoclipe. 

Através dessas interações você também poderá conhecer melhor o trabalho de outros artistas, analisando com qual deles o seu trabalho mais se identifica.

Interaja com marcas e empresas com público semelhante

No mundo da internet, marcas e empresas também são capazes de desempenhar um papel muito importante para a sua divulgação.

Isso acontece porque muitas delas já possuem um posicionamento de mercado bastante consolidado e é aí que o seu trabalho entra. 

Atingindo um público maior e melhor preparado, as chances de sucesso sobem exorbitantemente. 

Faça uma pesquisa prévia selecionando marcas e empresas que você acredita serem semelhantes com o seu propósito e não hesite em entrar em contato.

O tão famigerado não você já possui, então, abra as portas para que novas oportunidades entrem na sua carreira ajudando a decolar.

Não se esqueça de falar uma linguagem também semelhante, pois os seguidores dessas empresas já estão habituados com o tipo de interação realizada. 

E, claro! Não deixe de responder a todos os comentários que citam você, marcações e inbox. Afinal, o engajamento é um investimento a longo prazo!  

Abasteça seu canal com conteúdo sobre artistas semelhantes

Colocar a sua cara o tempo todo no YouTube pode, às vezes, parecer um pouco maçivo, principalmente no começo. 

Então, que tal abrir o seu canal para novas possibilidades? Ao colocar outros artistas que tenham a ver com o seu trabalho, eles poderão ajudar (e muito) no seu engajamento.

Vale trabalhar com posts, reviews, encontros entre vocês, lançamentos que também precisam ser divulgados ou fazer brincadeiras com os vídeos já existentes.

Atrair o público de grandes artistas aumenta as suas chances de sucesso, por isso, aconselhamos a, inclusive, utilizar o nome deles (ou das músicas mais famosas) nos títulos dos seus vídeos.

“Mas por que isso é necessário?”. Bem, essa é uma super dica! Ao utilizar palavras-chave que já estão muito bem indexadas nas plataformas de busca, você acaba pegando carona nesse barco. 

E não se esqueça de pesquisar pelas tags mais interessantes e com maior acesso no seu segmento. Elas também auxiliam o público a buscar pelos vídeos de maneira muito mais prática.

Esses dois detalhes parecem muito simples, mas são fundamentais para que você esteja no topo das buscas.

Aposte em Lyric Videos

E nossa última dica, mas não menos importante, são os Lyric Videos, que são uma alternativa muito mais barata do que os videoclipes. 

Você pode fazer um material super produzido para o seu lançamento, isso é muito interessante, mas e depois? Vai poder ficar produzindo sempre?

É aí que a simplificação da coisa entra… com os Lyric Videos você poderá aumentar a sua produção exponencialmente, injetando todos os dias nas redes novos vídeos, o que garantirá um número maior de interações.

Essa frequência maior também ajuda muito na leitura dos seus algoritmos, pois os sistemas estarão “percebendo” que você mantém conteúdos sempre atualizados.

Além desse fator, isso também alimenta o público que já está aquecido com o seu trabalho, promoções, anúncios e demais ferramentas que falamos anteriormente aqui no texto.

Grandes nomes internacionais já utilizaram esse tipo de estratégia para alavancar suas carreiras, como: 

Esses são apenas alguns exemplos que usaram a criatividade na hora da produção, e se você tem conhecimento em animação, designer ou outra ferramenta que abra o seu leque de opções, deixe a criatividade expandir a sua forma de divulgar a sua música!

Para a criação dos Lyric Videos, o mercado conta com alguns programas, com qualidade de vídeo e diferentes tipos de funcionalidades. 

Separamos dois programas que poderão lhe ajudar:

Esse é um editor de vídeo da Apple, que possui alta qualidade para a sua edição, com uma cara super profissional. Seus formatos de saída são: HD e 4K, sendo compatível com a maioria das novas TVs existentes no mercado. Você vai dar um verdadeiro show para os fãs, sem sair de casa!

Também é super profissional, sendo inclusive utilizado por artistas internacionais. Sua interface é bastante simples e intuitiva, proporcionando maior segurança na hora de montar seus vídeos. Além disso, possui ferramentas diversas, até mesmo as de postagem, facilitando ainda mais a sua divulgação. Porém, ele é um programa pago, mas nada exorbitante que não possa caber no seu bolso.

Com todas essas dicas, esperamos ter ajudado no seu lançamento. Se ainda precisar de ajuda, entre em contato. Já aceleramos artistas como Bianca Andrade (Boca Rosa), Kevin O Cris, MC Rebecca, 3030 e muito mais!


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.