Mudanças no Instagram

Mudanças no Instagram – O Que Não Te Contaram Sobre A Ocultação dos Engajamentos


O fim da contagem de likes no Instagram

Como tem sido anunciado, o Instagram está testando a desabilitação da visibilidade dos engajamentos. No novo modelo, a rede social não mostraria mais o número total de “curtidas” que os outros usuários receberam. Contudo, os donos do perfil ainda podem ver as métricas de engajamento normalmente.

Existe a preocupação de que as plataformas de mídia social possam contribuir para a baixa autoestima e sentimentos de inadequação nos jovens. O objetivo, conforme a própria plataforma, seria contribuir para que os usuários se sintam menos julgados.

Apesar da explicação do Instagram, que coloca a ocultação dos engajamentos como uma tática para tornar a plataforma menos “tóxica” e “competitiva”, existem outras teorias. O CEO da Acelera Performance, Rafael Cerqueira Lima, pensa que as manobras da plataforma podem estar buscando, na realidade, suprir outras deficiências:

 

Por que você acha que o Instagram tomou essa decisão?

RCL – Talvez o maior benefício para a plataforma seria enfraquecer e até ocultar o uso indiscriminado de Robôs e de Fazendas de Like, que vinha tornando-se cada vez mais comum. Apesar de muitas outras medidas terem sido tomadas para tentar frear essa estratégia irregular, nos dias de hoje não é preciso de um programador tão avançado para criar um Robô de Likes no Instagram que ‘funcione’. Inclusive, existem diversas plataformas que oferecem esse tipo de engajamento artificial, a custos baixíssimos. Entretanto, além desse caminho não resultar em efeitos positivos a longo prazo, ele também atrapalha quem atua dentro das regras e bagunça o algorítimo de entrega orgânica do Instagram.

 

Então a contenção da competição excessiva não procede?

RCL – A competição faz parte do modelo de negócios do Instagram. Se as pessoas não puderem competir por ali, buscarão outra plataforma para fazê-lo, e isso seria péssimo para os negócios. A própria monetização é baseada em competição, no seu nivel mais hard, através de leilões de espaços de anúncios. Aliás você já viu alguma rede social tentar frear engajamentos reais? Aliás, há alguns meses, o Insta liberou Campanhas de Engajamento (posts promovidos/impulsionados) na plataforma. Isso mostra que a diretriz da nova decisão não é reduzir o engajamento.  Isso seria uma contradição.

Mas e o gatilho de prova social? que afirma que a maioria esmagadora das pessoas tende a imitar um comportamento, enquanto algumas poucas iniciam uma ação? Antes dava para visualizar quais das suas conexões engajaram com as publicações, agora não é mais possível…

RCL – Os digital influencers continuarão ostentando suas métricas e utilizando-as como prova social, só que de outras formas. Quanto a não ser mais possível saber onde seus amigos engajaram para imitá-los, no caso do Instagram o efeito pode até ser ao contrário. Agora será possível que os usuários engajem sem deixar tantos rastros para outros usuários, como um namorado(a) ou, no caso dos mais jovens, um pai ou uma mãe. Em todos esses casos, este ‘anonimato’ favoreceria um aumento no engajamento. No caso dos pais, mais um ponto interessante: Há uma teoria que afirma que o declínio de uma Rede Social se inicia quando a plataforma atinge uma popularidade tal que os públicos de mais idade – e consequente menos digitalizados -, também adotam a rede. O jovem tende a fugir deste tipo de exposição.  Logo, a consequência natural, seria uma migração desses jovens para uma outra mídia, longe do controle parental.

 

Mas como os Digital Influencers poderiam utilizar as métricas de Prova Social, se este dado não é mais disponibilizado ao público?

RCL – Ainda não pode-se afirmar exatamente como, até porque a novidade é recente e as alternativas ainda estão sendo criadas. Todavia, já pode-se observar algumas dessas personalidades postando prints dos seus resultados nos Stories, já que o proprietário da página continua com acesso a todos os dados de engajamento. Algo semelhante ao que ocorre em alguns programas de tv mais sensacionalistas, que divulgam seus dados do IBOPE com frequência.

 

Para os negócios da Acelera Performance e dos seus clientes: esta mudança no Instagram é positiva ou negativa?

RCL – Por um lado, algumas estratégias talvez tenham que ser revistas. Por outro, nunca usamos e nem recomendamos robôs de engajamento. Neste ponto, haveria um benefício competitivo para nós, já que esses bots perderiam o sentido e ‘limpariam’ um pouco mais o Instagram.  Mas creio que, a grosso modo, a mudança não nos afetará diretamente. Salvas raríssimas exceções, não usamos engajamento como um KPI. Nossas campanhas são planejadas, otimizadas e mensuradas no nível de conversão. Ou seja: nossas métricas mais relevantes focam na aquisição de um cliente, de um lead ou na efetuação de uma venda. Assim sendo, os engajamentos são métricas secundárias. Controvérsias de lado, vamos combinar: podem sumir com os engajamentos, mas não toquem na Performance!

 

 


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.