Black Hat

Os riscos de fazer Black Hat em SEO


Para saber o que é Black Hat SEO, é necessário que você entenda completamente o que é SEO (Search Engine Optimization). Em português a tradução para SEO seria algo como: otimização para mecanismos de busca.

SEO é um conjunto de técnicas para melhorar a posição do seu site nos buscadores (Google, Yahoo, Bing, etc). Se você chegou agora e ainda não sabe bem do que SEO se trata, acesse nosso artigo: Tudo sobre SEO.

Como o Google é o principal buscador hoje em dia, iremos focar nele. Existem Otimizações que o Google recomenda, como deixar o site responsivo para dispositivos móveis, conteúdo de qualidade, site com carregamento rápido, experiência do usuário dentre outras-  isso é o que chamamos de White Hat SEO.

O Que é White Hat?

White Hat SEO são praticas que o Google recomenda e aceita para otimização. São estratégias que visam trazer uma melhor experiência para o usuário. Portanto não se foca apenas em subir nos rankings de busca. Alguns exemplos de práticas de White hat SEO:

  • Pesquisa de Palavras-Chave
  • Title Tag
  • Meta-Description

Através do White Hat é possível obter resultados excelentes, porém costumam demorar muito tempo. Diferente do Black Hat, que promete trazer resultado em pouco tempo, mas será que compensa o risco?

O Que é Black Hat?

São técnicas usadas para alavancar o site nos mecanismos de buscas de maneira que vai contra os princípios e recomendações do Google, são estratégias que tentam manipular as regras com o objetivo de conseguir resultado em pouco tempo;

Diferente do White Hat, o foco do Black Hat é principalmente alcançar as melhores posições nos buscadores. Entretanto, através de técnicas que nem sempre visam algum benefício para os usuários.

Black Hat é a promessa de um caminho rápido para melhorar o posicionamento. Mas o que pode acontecer com seu site ao realizar essas técnicas?

Normalmente, o Google consegue identificar sites que usam estratégias Black Hat e os pune removendo das pesquisas ou diminuindo drasticamente suas posições. Por isso, se está pensando em usar essas técnicas é bom estar ciente do que pode ocorrer. Alguns exemplos de estratégias Black hat:

  • Repetição excessiva de Palavras-Chave
  • Links Pagos
  • Links de PBN

É Possível ter bons resultados usando estratégias Black Hat, porém você precisa saber o que não fazer para evitar as punições do Google.

Por último, existe um meio termo chamado de Gray Hat, você sabe o que significa?

O Que é Gray Hat?

Esse termo é usado para aqueles que usam um pouco de cada estratégia. O foco é no usuário mas também é na otimização para os mecanismos de busca, isto é, sempre buscando equilíbrio entre as práticas.

O Gray Hat é uma mistura de White Hat com Black Hat. Um site que utiliza uma estratégia Gray Hat mistura técnicas do White Hat e do Black Hat, mas com devido cuidado e aos poucos.

A ideia do Gray Hat é ir com calma, fazer o que é recomendado e dar uma “escapada” de vez em quando, de forma que o Google não descubra e não haja punição.

O Que Não Fazer no SEO Black Hat

Existem diversas técnicas que parecem ser perfeitas, mas o Google já as conhece. Portanto se você usa-las em seu site, as chances são que ele será punido ou que não irá funcionar. Aprenda quais as técnicas que você não deve usar:

 

Spam em Sites e Fóruns

O Google consegue identificar se você fez spam nos comentários de sites, Isto é, aquele tipo de comentário genérico em sites ou fóruns onde a pessoa só tem o objetivo de deixar um link para seu site. Com isso, o usuário espera obter autoridade e tráfego de forma rápida.

Esse tipo de estratégia já funcionou antigamente, porém, com os avanços do Google acabou se tornando inviável. O robô consegue identificar até mesmo comentários que são feitos através de ferramentas criadas para tal função.

Essa estratégia funcionava há anos atrás, porém perdeu relevância com a inclusão da tag nofollow nesses links. Isso indica para os robôs dos buscadores que os links ali inseridos não devem receber autoridade.

A única forma de aproveitar essa estratégia é apenas se o link for relevante para a discussão no site ou no fórum. Nesse caso, a inclusão dos links pode trazer algum resultado positivo, mas no geral não é recomendado esse tipo de prática.

Repetição de Palavras-Chave (Keyword Stuffing)

Palavra-Chave é o que o usuário digita no campo da pesquisa para achar um determinado resultado.

Keyword Stuffing é o uso em excesso das palavras-chave no conteúdo. Essa estratégia é repetir palavras sem necessidade, apenas para aumentar sua densidade no texto.

A densidade é a porcentagem de palavras no texto de um site. Se você repete algumas vezes determinada palavra, ela terá uma densidade maior dentro do conteúdo. Portanto, teoricamente seria uma excelente forma de mostrar para o algorítimo do que o seu conteúdo se trata e o que é mais importante.

Antigamente, bastava repetir diversas vezes a palavra-chave desejada no meio do texto para ranquear qualquer artigo no Google. O robô entendia que o seu conteúdo era o mais relevante e colocava o seu site no topo dos resultados, entretanto, hoje em dia isso não acontece mais.

O algorítimo consegue identificar se um conteúdo é bom ou não por diversos fatores, um deles é a semântica das palavras. Através dela é possível ranquear para diversos termos apenas usando palavras que são relacionadas, diferente de ficar repetindo várias vezes a mesma palavra-chave.

Cloaked Pages

Cloaked Pages é uma estratégia que funcionou por um tempo, mas logo o Google descobriu. Essa estratégia mostra uma página para o usuário e outra página oculta super otimizada com SEO para o robô.

O objetivo era fazer com que o robô do buscador qualificasse aquela página, colocando-a nas primeiras posições.Por se tratar unicamente de uma melhora nos rankings de busca, se classifica como Black Hat.

Link Farm (Fazenda de Links)

É quando se tem um grande número de sites apontando para o mesmo site com o mesmo texto âncora. O intuito é manipular o posicionamento do site para determinada palavra-chave e aumentar o page rank de sua página.

Compra de  Links

Essa é uma estratégia que gera resultados interessantes, mas pode causar punições se feita de forma incorreta. Os mecanismos de buscas proíbem esse tipo de pratica, pois qualquer tipo de link com objetivo de manipular a classificação dos sites nos resultados de pesquisa ou o PageRank devem ser classificados como “esquema de links”.

Portanto é recomendado evitar pagar qualquer site para criar um link para seu site. Caso faça poderá ocorrer uma penalidade tanto para quem compra quanto para quem vende.

Troca de Links

Outra técnica que foi muito praticada antigamente era a troca de links. Você combinava com outro webmaster (criador de site) a criação de links, você enviaria um link para o site dele e ele enviaria outro para o seu.

Teoricamente, a grande vantagem é que recebendo mais links de sites e criando para os outros. Isto é, todos iriam se beneficiar e seus rankings subirem. No entanto, isso é contra as diretrizes dos mecanismos de busca porque é uma manipulação que visa apenas melhorar os resultados de pesquisa.

Conteúdo Duplicado

Antigamente, muitos sites se aproveitavam de uma falha no algoritmo do mecanismo de busca para copiar conteúdos e postar como se fosse de sua autoria e isso causava uma confusão nos buscadores.

O algoritmo não sabia identificar quem era de fato o dono daquele texto e isso era um problema para os criadores de conteúdo. Os criadores de conteúdo acabavam sendo lesados com esse tipo de técnica Black Hat. Todavia, hoje em dia essa técnica não funciona, graças a uma atualização com o nome de “Panda” que entrou em vigor em meados de 2011.

É muito importante que seus textos sejam originais e feitos por você, dessa forma você evita punições e terá de tudo para atingir as melhores posições.

Manipulação dos Rich Snippets

Rich Snippets são os famosos “Dados Estruturados” ou “Schema”. Os Rich Snippets existem para que você possa alterar a forma como o seu site é exibido nas paginas do Google.

Para que você entenda, os Rich Snippets são aquelas páginas que aparecem em destaque com estrelinhas na pagina de busca. Aquela pequena imagem que aparece quando você pesquisa alguma receita culinária, a “Logo” de uma empresa ao pesquisar uma marca, etc. Existem vários tipos de dados estruturados.

A função dessa ferramenta é fazer com que o seu conteúdo tenha um maior destaque dentro da página de busca.

Os Rich Snippets podem ser uma estratégia importante para qualquer negócio. Contudo, algumas pessoas tentam manipular a ferramenta, e às vezes acaba não dando muito certo. A técnica de Black Hat SEO nesse caso é fornecer informações falsas sobre os dados estruturados de seu site ao Google com o objetivo de enganar os usuários e os mecanismos de busca.

Um ótimo exemplo disso é o próprio dono do site entrar em seu conteúdo e avaliar como Cinco estrelas. Geralmente as pessoas faziam isso  com o objetivo de atrair mais pessoas através dos buscadores com uma avaliação falsa. O usuário vê que o conteúdo está com o máximo de avaliação e pensa, é um bom conteúdo, e acaba acessando a página.

O Google incentiva os usuários a denunciar sites que fazem esse tipo de estratégia Black Hat. Caso o Buscador perceba que está sendo feita uma manipulação nos Rich Snippets, ele irá remover e “banir” o seu site. Dessa forma o seu site não exibirá mais os Dados Estruturados na SERP.

Redirecionamentos Indesejados

A ideia é criar um link que direcione o usuário para um site diferente do que ele havia clicado. Essa técnica de Black Hat SEO acaba usando os redirecionamentos de forma errada para se aproveitar e manipular o resultado da pagina destino.

Por exemplo: através do redirecionamento 301, o usuário é enviado do “site A” que possuí uma grande autoridade, para um “site B”. O Site A é um site grande que tem autoridade, á o Site B não tem autoridade. O Redirecionamento 301 foi feito para mostrar aos usuários e aos buscadores que uma página mudou de endereço e está em outra URL.

Esse tipo de redirecionamento é feito com o intuito de manipular os resultados da busca. Portanto, esse tipo de técnica viola as diretrizes de uso dos mecanismos de busca e pode causar punições, evite usa-la.

Texto e Links Escondidos

Seu conteúdo deve ser importante para os buscadores e também para o usuário. Portanto esconder determinado texto pensando apenas no buscador não é recomendado.

A técnica é a seguinte, os textos são “escondidos” no código da página de forma que apenas o robô consiga ler. Nesse texto há diversas palavras-chave escondidas, dessa forma não atrapalha a coerência ou coesão do texto.

Essas Palavras-Chave adicionais só são adicionadas para que a página tenha um melhor ranqueamento nas pesquisas. O problema é que o Google já consegue identificar esse tipo de página e a qualquer momento a “bomba” pode explodir.

Como os Links são muito importantes para definir o posicionamento de qualquer página, também são manipulados de forma semelhante ao texto. Os links podem ser escondidos no código com âncoras exatas apenas para melhorar os resultados na página de pesquisa. O que também é uma prática não recomendada.

Doorway Pages

Outra Estratégia Black Hat que foi muito utilizada funciona da seguinte forma:

Um site não otimizado acaba sendo ruim para o usuário e por isso está em posições ruins dentro da pesquisa. Mas ao invés de ajustar o que está ruim, você cria outra página com um domínio específico que tenha a palavra-chave foco. Dentro dessa página nova terá conteúdos e diversos links otimizados para o site ruim.

Não é uma estratégia muito inteligente, mas muita gente já abusou. Com isso você garante uma melhora nas posições do seu site ruim. Contudo, ainda é uma estratégia Black Hat, pois dessa forma há uma manipulação do usuário e do buscador.

PBN – Private Blog Networks

Rede Privada de Blogs é uma das estratégias mais fortes de Black Hat, porém muitos abusam sem ter o conhecimento e são punidos facilmente pelo algoritmo.

As PBNs são sites ou blogs que o webmaster compra e cria links apontando para seu site principal. Normalmente são comprados domínios antigos que já tem uma determinada autoridade no assunto. Assim acaba ajudando a melhorar a posição nos mecanismos de busca.

Existem até empresas que trabalham apenas com esse objetivo. Contudo, o Google consegue identificar quando isso acontece e está sempre melhorando para evitar esse tipo de estratégia. Então se você pensa em usar essa técnica deve se preparar e tomar os devidos cuidados e precauções para não ser pego e punido pelo algoritmo.

Para Quem é Black Hat

Seu objetivo é criar um projeto que dure anos? A dica é não aplicar as técnicas de Black Hat.

Como dito anteriormente, através dessas técnicas é possível ter ótimos resultados em pouco tempo. O grande problema é que uma hora ou outra o algoritmo pode identificar e punir o seu site. Isso acaba fazendo com que ele despenque suas posições e deixe de receber tráfego.

Black Hat é para aquele tipo de pessoa que tem um perfil mais agressivo ou que deseja fazer testes e aprender mais sobre o assunto.

O cenário ideal é aplicar as técnicas em um projeto sem muita expectativa que de certo. Portanto não deposite todas as suas fichas em um projeto que está indo bem através do Black Hat. A próxima atualização do Google pode descobrir suas estratégias e sabemos como isso acaba.

 

Quais São as Punições?

Os buscadores visam sempre melhorar e acabam identificando padrões novos a cada atualização. Dessa forma sempre aparecem mais sites punidos sem aviso prévio.

O algoritmo identifica a maioria das técnicas através de padrões, por isso é importante sempre se atentar aos detalhes e tomar cuidado.

Aqueles que não seguem com as diretrizes do Google acabam sofrendo as consequências mais cedo ou mais tarde. Portanto é preciso entender que essas regras foram criadas pensando no bem do usuário, sem ele nada disso seria possível.

Caso o seu site tenha sido punido, estas são as principais punições que vão de acordo com a gravidade da situação:

  • Perda de Posições
  • Desindexar as Páginas do Site
  • Desindexar o Site
  • Banimento do Google

Qualquer uma dessas punições irá afetar diretamente o tráfego do seu site. Por consequencia, diminuindo drasticamente seus usuários e isso é o terror de qualquer Web Master.

 

Como Saber se Fui Punido?

Nem sempre é possível saber se o seu site foi afetado por alguma punição ou apenas foi uma atualização no algoritmo. Siga os passos para identificar se há punição em seu site.

Para isso você deverá ter o seu site cadastrado no Google Search Console

  • Entre nas notificações e procure por algum aviso
  • Pesquise site:www.seusite.com.br, caso não apareça nem um resultados você foi banido

Pesquise suas principais palavras-chave e verifique se elas tiveram quedas nas posições. Caso tenham caído isso pode ser um sinal de punição.

Caso nada disso tenha deixado claro uma punição, o que pode ter ocorrido é uma atualização do algoritmo e isso é uma das causas para as mudanças. Isso é normal, de tempos em tempos ocorrem atualizações.

Caso você tenha sido punido não deixe de tentar recorrer, identifique e remova o problema que causou sua punição. Após isso você poderá pedir uma reversão na punição através do Google.

 

Conclusão

É preciso tomar muito cuidado ao usar as técnicas Black Hat. Não recomendamos o uso de nem uma estratégia desse tipo, mas se for fazer que seja de uma maneira inteligente e sem deixar vestígios.

Caso seja um iniciante, procure estudar as Diretrizes do Google e aprender todas as técnicas White Hat. Pense sempre no usuário e trabalhe com frequência que os seus resultados vão aparecer. Saiba que não é obrigatório o uso de técnicas Black Hat para obter bons resultados e tráfego orgânico.

Nós, da Acelera Performance, oferecemos SEO e jamais utilizamos técnicas de Black Hat. Apostamos na criação de conteúdo relevante e um crescimento saudável e sustentável no rankeamento do Google. Se precisar de consultoria ou mesmo de uma agência de SEO, entre em contato conosco e marque uma reunião, podemos te ajudar!


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.